Documentos exigidos

Durante ao processo seletivo, todos os candidatos são obrigados a apresentar os documentos que servirão de base para a candidatura aos estudos.

Estrangeiros – os candidatos aos estudos na Universidade de Silésia devem digitalizar e disponibilizar no sistema IRK os documentos básicos necessários na primeira etapa de recrutamento/selecao:

  • A primeira página do passaporte (com dados pessoais e foto), ou outro documento que confirme a identidade do candidato;
  • Certificado de Conclusão do Ensino Médio com o histórico de notas, apostille ou legalização e tradução para o polonês (ou outro documento que permita cursar a faculdade no país onde este foi emitido) - no caso de ingressar para os estudos de I nível;
  • Diploma de conclusão dos estudos de I nível com suplemento (acrescido das  notas), apostille ou legalização e tradução para o polonês (ou outro documento que permita ingressar nos estudos de II nível no país onde este foi emitido) - no caso de ingressar para o estudos de II nível;
  • Atestado médico declarando que não há contra-indicações para a formação no curso escolhido;
  • Certificado de polonês como língua estrangeira emitido pela Comissão Nacional de Certificação de Proficiência em polonês como Língua Estrangeira - se o candidato possui tal documento é aplicável às pessoas que solicitam a admissão para cursos ministrados em polonês. As pessoas que não possuem este certificado serão submentidas a um exame online elaborado pela Escola de Língua e Cultura Polonesa da Universidade de Silésia.
  • Documento que confirme o conhecimento em língua inglesa – aplica-se a pessoas que solicitam a admissão nos cursos ministrados em inglês.
  • 1 fotografia digital (meio perfil com a orelha esquerda visível e sem cobrir a cabeça). Veja o modelo da foto (FOTOGRAFIA).

 

É importante saber - informações adicionais sobre a documentação

APOSTILLE E LEGALIZAÇÃO

Apostille é o carimbo que certifica que o documento elaborado em um país pode ser usado legalmente em outro país.

Os principios de uso do Apostille são regulados pela Convençao de Haia sobre a abolição da exigência de legalização de documentos públicos extrangeiros, do dia 5 de outubro de 1961.

Importante! O Apostille só pode ser obtido no país em cujo terrítório o documento público foi emitido.

Lista de países nos quais é possível obter o apostille (signatários da Convenção de Haia, de 1961) 

Se o documento foi emitido em um país que não assinou a Convenção de Haia, este requer legalização.

 

A legalização é um processo que tem por objetivo determinar se um documento emitido no exterior é autêntico e tem  o mesmo valor legal em território polonês.

Os certificados estrangeiros de ensino médio e diplomas de conclusão do ensino superior podem ser legalizados em postos diplomáticos poloneses, no país de emissão destes documentos.

 

TRADUÇÃO PARA O IDIOMA POLONÊS

A tradução de documentos para o polonês deve ser feita por um tradutor juramentado inscrito na lista de tradutores juramentados mantidos pelo Ministério da Justiça polonesa. (A lista está disponível na página)

Se a tradução para o polonês não é feita por um tradutor juramentado, esta tradução pode ser certificada pelo cônsul da República da Polônia em exercicio no país em que o documento foi emitido.

DIREITO À CONTINUIDADE DOS ESTUDOS

No documento com base no qual o candidato solicita a admissão nos estudos de I nível deve constar a informação que lhe confere o direito à continuidade dos estudos no ensino superior em qualquer universidade do país em que o documento foi emitido.

Se no certificado não consta tal anotaçao é preciso ter um documento adicional com  a confirmação  de que tal certificado ou diploma lhe dá direito a continuar estudando no país de emissão deste documento.

 

Essa confirmação pode ser concedida:

 

  • por autoridades educacionais do país em que o documento foi emitido,

   ou

  • pelo cônsul polonês em exercicio no país onde o documento foi emitido,

   ou

  • por uma representação diplomática legal, no território da República da Polônia ou uma repartição consular,  no país cujo sistema educacional tenha emitido tal documento.

 

LEGALIZAÇÃO – EQUIVALÊNCIA DO DOCUMENTO COM VALIDADE  POLONESA

Alguns documentos emitidos no exterior requerem legalização.

Legalização é um procedimento de determinação da equivalência polonesa de certificados estrangeiros, certificado de conclusão de ensino médio, diploma de conclusao do ensino superior ou em nivel cientifico. A legalização pode ser realizada após o início dos estudos (até o fim do primeiro semestre).

Mais informações estão disponíveis na página do Ministério da Ciência e Ensino Superior

informações em Inglês:

http://go-poland.pl/recognition-degrees-0,

http://www.nauka.gov.pl/en/recognition- de-Acadêmico-ficações / jurídico-acts.html

Shortcuts

E-mail: admission@us.edu.pl

Tel.: +48 32 359 22 73

Biuletyn Informacji Publicznej
Copyright © 2001-2017
Uniwersytet Śląski w Katowicach
Wszelkie prawa zastrzeżone.